Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Libras
Mapa do Site

Cajati, domingo, 02 de outubro de 2022 Telefone (13) 3854-8700

Atendimento Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30

Domi
02/10
Parcialmente Nublado
Máx 22 °C
Min 15 °C
Índice UV
11.0
Segu
03/10
Chuvas Isoladas
Máx 20 °C
Min 17 °C
Índice UV
11.0
Terç
04/10
Parcialmente Nublado
Máx 19 °C
Min 16 °C
Índice UV
11.0
Quar
05/10
Chuvas Isoladas
Máx 21 °C
Min 16 °C
Índice UV
11.0

Cultura - Segunda-feira, 09 de Maio de 2022

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Cia Truks mescla linguagem teatral e jogos de escapada em seu novo espetáculo, Fique Vivo

Peça usa o jogo-teatro para tratar de assunto importante para o jovem, a Segurança no Trânsito.


Cia Truks mescla linguagem teatral e jogos de escapada em seu novo espetáculo, Fique Vivo

As apresentações vão acontecer em salas de aula para estudantes da Rede Pública, entre 14 e 18 anos. No cenário de uma delegacia de polícia, três investigadores precisam desvendar crimes que vitimaram três jovens.
Referência nacional na arte do teatro de animação e de bonecos, bem como um dos principais expoentes do teatro para crianças no Brasil, a novidade da CIA TRUKS agora é Fique Vivo, espetáculo interativo sobre o importante e necessário tema da Segurança no Trânsito, porém, de forma interativa, envolvente, leve, e, sobretudo adequada aos adolescentes.  Experiência inovadora que agrega ao teatro as experiências de desafiadores e eletrizantes jogos presenciais de escapada, o espetáculo é apresentado dentro de salas de aula em escolas da rede pública para estudantes do ensino médio, com idades entre 14 e 18 anos, entre o 1º e 3º ano do Ensino Médio.
Durante 40 dias, a trupe da CIA TRUKS vai circular por 18 cidades do Interior do Estado. A turnê começa no dia 9 de maio, termina em 16 de junho e passa pelas seguintes cidades: Cajati, Barra do Turvo, Iracemápolis, Cordeirópolis, Araras, Itapira, Cravinhos, Franca, São Simão, Osasco, Barueri, Francisco Morato, Guarulhos, Campinas, Vinhedo, Valinhos e Jundiaí. Após cada sessão os atores irão realizar uma dinâmica pedagógica com os presentes, cujo objetivo será reforçar os conceitos fundamentais para a segurança no trânsito.

 

Escape Room -A CIA TRUKS é a primeira companhia do Brasil a criar o jogo de escapada para adolescentes. A ideia de montar um espetáculo tão diferente dos trabalhos do repertório do grupo aconteceu no final de 2016, quando o diretor Henrique conheceu os Jogos de Escapada (Escape Room), em uma situação de lazer com a família. “Fomos colocados em um quarto de hotel dos anos 60 onde um assassinato ocorrera. Tínhamos de desvendar o crime ou não sairíamos mais daquele local.” Com passagens secretas, uma série de enigmas e mistérios a serem resolvidos, a experiência encantou a família toda.
“Prestei muita atenção no meu filho de 9 anos, em como ele ficou envolvido e se transportou para outro espaço-tempo. Ele  mergulhou naquela realidade de uma forma intensa, ficou muito curioso”, lembra. “Vivemos naquela situação um enredo que a gente vive no teatro, onde também buscamos um total envolvimento do público com o que estamos fazendo. O jogo de escapada faz isso magnificamente bem.” Henrique ficou tão impressionado com a experiência vivida que alguns meses depois criou o seu próprio Escape Room, que é o Escape Júnior.

 

Dinâmica e clima CSI- Envolvido nesse desafio de fazer uma ponte entre a atmosferaeletrizante criada no jogo de escapada e o teatro, o diretor abraçou a demanda de criar um espetáculo sobre Trânsito. “O projeto do espetáculo Fique Vivo me proporcionou criar um universo teatral associado ao Jogo de Escapada. Imaginei que os adolescentes entram numa sala, um universo paralelo, um espaço meio CSI, uma sucursal de uma delegacia de polícia”, comenta. Nessa inovadora iniciativa cênica, a Cia Truks se inspira e se utiliza da dinâmica dos jogos de escapada para criar uma experiência única: a plateia, caso queira sair da sala onde se vê repentinamente presa, terá que participar da trama, exercendo papéis primordiais no enredo.

Três misteriosos personagens, caracterizados como investigadores da polícia, invadem uma sala de aula e convocam os alunos a auxiliá-los em uma investigação urgente. A porta da sala é trancada e os alunos terão 50 minutos para desvendar os segredos de três casos policiais. Agora cada indivíduo ali preso terá uma importante missão a cumprir para que todos consigam resolver os enigmas da aventura. Toda a experiência terá como fundo a necessidade de trabalho conjunto e consequente conscientização sobre questões voltadas à segurança no trânsito, considerando o protagonismo dos jovens como pedestres, usuários de transporte público, ciclistas e motociclistas.

 

Sobre o enredo- Os três investigadores de polícia carrancudos trazem a notícia de três mortes sem aparente explicação. São três vítimas de acidentes fatais de trânsito. Os policiais estão frente a frente com os alunos e lançam um desafio: “Ou vocês esclarecem o que está acontecendo aqui na escola ou vai todo mundo para a delegacia. Enquanto isso, todos ficam presos aqui. Vocês tem um tempo para resolver  esses enigmas senão o bicho vai pegar!”

 

Os personagens do jogo/espetáculo dividem a turma em três grupos. Cada um dos grupos terá a tarefa de investigar cada um dos casos, e cada etapa cumprida do jogo revelará novas informações sobre os fatos ocorridos. “Estamos avançados nos ensaios e acredito que vaidar certo”, espera o diretor, ressaltando que pretende que seu jogo de escapada tenha cara de teatro. Ao final se revelará o motivo comum a todos os casos: são todos frutos de desobediência ou negligência com questões do trânsito. Após a experiência, os três atores farão um pequeno debate sobre questões relacionadas à segurança no trânsito e um jogo de improvisação com os alunos.

 

Como pano de fundo tem a questão do trânsito. O texto apresenta casos fictícios ocorridos no trânsito, como o da menina que aceita carona de um rapaz bêbado para voltar da festa. Outra história enfoca o cara que não usa capacete e não faz a manutenção na moto caindo aos pedaços. Uma terceira trama aborda o motorista que anda a 150 km por hora na estrada. “Acredito que, com este formato pedagógico, estamos chegando mais perto dos adolescentes do que com uma palestra para adolescentes, onde o adulto vira meme. Temos nas mãos um instrumento muito bacana, o jogo-teatro, para falar de assuntos muito importantes para o jovem, que dizem respeito à própria vida”, conclui Henrique.

 

Ousadia e ineditismo- A CIA TRUKS é marcada pela ousadia. Quando estrearam A Bruxinha, em 1990,  não existia ainda manipulação de bonecos com o rosto dos manipuladores à vista do público. “O que se conhecia aqui eram os fantoches ou as marionetes de fios com atores ocultos”, lembra Henrique, ressaltando que o grupo inovava ao fazer um teatro diferente. O diretor pontua a importância das referências. “Nos baseamos agora nos jogos de escapada assim como antes nos baseamos no teatro japonês, o Bunraku. Depois, em 2004, quando refinavam mais ainda a técnica, com  bonecos com movimentos humanos, começaram a dar vida a coisas. “Aparecemos em cena com uma caneca e um bule, representando, respectivamente, um pintinho ea galinha, no espetáculo Zoo-Ilógico. E foi um espetáculo premiado”, afirma  o diretor  que não esconde a ansiedade pela nova experiência.

 

Sobre a Cia Truks

 

A Cia. Truks foi criada em 1990, e desde então apresenta seus espetáculos de repertório em teatros, escolas, instituições ou espaços alternativos de todo o Brasil. A Cia participa de mostras e festivais de teatro e teatro de animação em países do exterior, e em eventos e congressos vinculados à educação e à cultura. Paralelamente, ministra cursos e oficinas sobre o teatro para crianças, técnicas de animação de bonecos, objetos e figuras, além de cursos sobre procedimentos dramatúrgicos. O grupo é referência nacional na arte do teatro de animação, bem como um dos principais expoentes do teatro para crianças no Brasil. Recebeu os principais prêmios do segmento: o Mambembe, do Ministério da Cultura; o APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte; o Coca Cola de Teatro Jovem; o Teatro Cidadão, da Prefeitura de São Paulo, e o Estímulo da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, entre outros. Coordenou o centro de estudos e práticas do teatro de animação de São Paulo, espaço de referências desta linguagem artística, em projeto da prefeitura do município, entre 2002 e 2012. Todas as peças do grupo podem ser encontradas no site: www.truks.com.br

 

Para roteiro

Fique Vivo – Espetáculo-jogo interativo que agrega ao teatro experiências de jogos presenciais. Todas as peças do grupo podem ser encontradas no site: www.truks.com.br. Abaixo a relação de cidades  escolas onde acontecerão as apresentações. https://www.escapejunior.com.br/noticias/escape-junior-e-materia-do-blog-sao-paulo-para-curiosos--12

1ª Semana do Projeto

CAJATI. Dias 10 e 11/05/2022 às 10h e 14h. E.E. Vereador José Rodrigues de Freitas. Estrada do Queimado, s/n - Vila Tatu. Cajati/SP..

BARRA DO TURVO. Dia 12/05/2022 às 10h e 14h. E.E. Mário Coradin. Rod. Régis Bittencourt, km 555 - Rio Vermelho. Barra do Turvo/SP.

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!

Versão do sistema: 2.0.0 - 29/09/2022

Portal atualizado em: 30/09/2022 17:58:59

Prefeitura Municipal de Cajati - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.