Home / Notícias / Cidadã que acredita e faz pela educação em Cajati
Cidadã que acredita e faz pela educação em Cajati

Cidadã que acredita e faz pela educação em Cajati

Cajati. Educar para Crescer é o novo slogan do município. E também é nisso que acredita Solange Alves de Lima, professora e coordenadora pedagógica das Escolas Municipais de Educação Infantil, Pedacinho do Céu e Gente Inocente. Segundo ela, a leitura e a escrita são elementos essenciais para a compreensão de outras atividades escolares. “Sem a linguagem oral e escrita não é possível interpretar e entender outras disciplinas, como a matemática”, afirma.

Ao longo da sua atuação, Solange já desenvolveu variados projetos de leitura e escrita para os alunos da Educação Infantil. Um dos desafios foi mostrar que é possível que crianças nessa faixa etária desenvolvam a leitura. “As crianças são capazes de fazer leituras que nós adultos não imaginamos, como a de uma imagem”, comenta.

Professora que faz a diferença

Em 2015, Solange conquistou a primeira colocação pelo projeto Professor que faz a diferença com o tema Insetos, de leitura e escrita – esse é um programa que premia anualmente professores que se destacam com projetos em educação e neste ano está em sua nona edição. “Antes de realizá-lo foi fundamental observar o comportamento dos alunos e associar a brincadeira com o aprendizado na hora de concretizar o projeto. Vários alunos tinham déficit de aprendizagem e dificuldade de concentração. Além disso, sempre havia muito tumulto entre eles”, conta.

O tema Natureza e Sociedade sobre Insetos – proposto no material didático do sistema SESI – foi escolhido depois de ela perceber interesse dos alunos. “Eles ficavam bastante empolgados com o tema, inclusive com algumas discussões produtivas durante as aulas”, revela Solange. “O modo como vivem alguns insetos, como a formiga, também serviram de modelo para trabalhar a importância da união, assim como a de cada um cumprir a sua função para obter bons resultados. Com isso, houve um progresso no relacionamento dos alunos com os colegas e professores e um aumento de interesse pelas aulas”, aponta a coordenadora.

Para Solange, encontrar um ex-aluno e receber o seu carinho é o melhor retorno que pode ter pelo trabalho que realiza. “Ver que cada momento que destinamos a eles foi importante para a sua formação, vale toda dedicação”, garante.

E o trabalho continua. Atualmente, Solange está desenvolvendo um novo projeto voltado para o Ensino Fundamental II, que trabalhará o conteúdo da matemática com jogos e sucatas e também deverá trazer resultados em uma ação coordenada no desenvolvimento dos alunos.

Comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Ir para o topo